Ex-gerente do MEC recebeu propina de R$ 20 mil, aponta MPF

Pastor Arilton Moura subornou Luciano Musse para que ele intermediasse um encontro de um empresário de Piracicaba com o ex-ministro Milton Ribeiro

Ex-gerente do MEC recebeu propina de R$ 20 mil, aponta MPF
Luciano Musse e Milton RibeiroReprodução/montagem iG - 22/06/2022

Um parecer do Ministério Público Federal (MPF) ao qual O GLOBO teve acesso, e que integra ação que culminou com as prisões de ontem, narra como o presidente do Avante de Piracicaba, no interior de São Paulo, o empresário José Edvaldo Brito, conseguiu uma reunião com o ex-ministro Ribeiro na sede do Ministério da Educação depois de encontrar Musse em um hotel de Brasília.

Procurada, as defesas de Luciano Musse e Milton Ribeiro não retornaram os contatos feitos pela reportagem.

Leia mais...